Entrevistas do Leitor,  Livro de cabeceira

Uma cabeceira de hemisférios

Na cabeceira de uma Flight Analyst cabe o mundo, em que a divisão acaba por ser intuitiva, entre os livros residentes e os em curso….

Alexandra Ferreira vive a analisar rotas aéreas, a viajar entre hemisférios… até na sua cabeceira. A humildade e a curiosidade destacam-se, em que o saber é sempre algo inacabado e sempre pronto a dar o primeiro passo para desbravar o desconhecido.

O que habita a tua cabeceira?

Na cabeceira tenho vários livros. Não só por uma questão de espaço…mas essencialmente por intenções em “ler ASAP”. 

O «Mundo» dos livros

Os residentes: a bíblia (várias) -uma é ilustrada, porque como as crianças preciso de materializar tudo na minha cabeça; «A grande história do mundo» de François Reynaer pela necessidade que sinto de perceber o mundo mas ainda não consegui…; idêntica motivação para o livro do Prof. Diogo Freitas do Amaral, «Da Lusitânia a Portugal»; «Contos exemplares» da Sophia que descobri este ano (lindo, transcendente, por vezes difícil). Finalizando, pelo que está activo ou leitura em curso, «Homens bons» do Artur Perez Reverte. 

O que te fascina do Reverte?

Gosto da sua escrita, pelo realismo dos cenários e também pelos mistérios que se desenrolam nas histórias.

Sei que gostas muito do escritor Javier Moro, porquê?

Fiquei apaixonada pelo 1º livro que li, «Uma paixão indiana», devido à beleza da história/romance passado na Índia que, ao mesmo tempo que me encanta, também me perturba. A música e dança, a gastronomia, o vestuário, as cores (a que imediatamente associo) são vibrantes e fascinam uma europeia. Por outro lado, as dinâmicas sociais são quase inconcebíveis, incompreensíveis.

Basicamente, gostei da escrita que tão bem combina tudo isto com factos históricos.

Posteriormente, ainda pela Índia, li «O Sari Vermelho».

A minha viagem culminou no Brasil, com a leitura (quase imparável) do livro «D. Pedro, o rei-imperador», uma aprendizagem.

Descubra mais conteúdos Desculpasparaler nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *