Bastidores da leitura,  Entrevistas do Leitor,  Livro de cabeceira

A Vontade ajuda o Mundo!

Dulce Machado é o coração em pessoa. É voluntária em campos de refugiados. Esteve à conversa com o nosso parceiro Vila Franca de Xira – Da Vinci Ginásios da Imaginação

Dulce Machado é a emoção em pessoa. Emociona-se quando fala, enternece quando partilha e envolve-nos quando abre o coração para explicar o que faz num campo de refugiados. Espreite aqui a entrevista e de como podemos ajudar o mundo.

Dulcinha Machado, como é mais conhecida, deixa-nos um pedido: assinar a petição para trazer a criança Leon e o pai Sohrab para Portugal, aqui fica o link: https://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=PT99945
Mais do que nunca, esta petição é importante, alerta Dulce.

Partilhou uma mensagem neste dia que espelha a força do seu sorriso e a vontade de ajudar o mundo: «Um refugiado é um ser humano como qualquer outro. Ser refugiado, em qualquer parte do mundo, é muito duro, ninguém imagina o que estas pessoas passam para todos os dias poderem sobreviver. Está na hora do mundo inteiro olhar para o Refugiado como um grande exemplo de vida, de coragem, de humildade e de humanidade.»

Quando perguntámos um livro para conhecermos esta realidade, Dulcinha não hesitou em sugerir «Refugiado», de Alan Gratz. Na sua cabeceira e enquanto sonha em mudar o mundo, o ritmo dos seus sonhos é com a voz de Leonard Cohen.

Neste sábado, 20 de junho, em que se assinala o Dia Mundial do Refugiado, instituído em 2001 pela Assembleia-Geral das Nações Unidas. Numa altura em que a pandemia de Covid-19 e os recentes protestos anti-racistas vieram pôr em evidência as desigualdades sociais, o tema da campanha deste ano é «Cada ação conta», relembrando que todos podemos ter um papel na criação de um mundo mais justo, inclusivo e igualitário.

A este propósito, a editora 20 20 sugere cinco livros para crianças e jovens, adequados a diferentes faixas etárias, que abordam o tema dos refugiados através da ficção e também inspirados em casos reais.

O Rapaz Escondido, KATHERINE MARSH

Uma história de esperança que nos fala sobre a coragem de enfrentar todas as adversidades, baseada nas experiências reais da autora. Um tributo à resiliência, à amizade e aos heróis que encontramos diariamente no nosso caminho.

O Rapaz Que Contava Histórias, ZANA FRAILLON

Subhi é um rapaz cheio de sonhos. Nunca conheceu nada para lá das cercas e das tendas de lona, mas a sua imaginação não tem limites. Nomeado em 2017 para o Carnegie Medal e o Guardian Children’s Fiction Prize.

O Rapaz ao Fundo da Sala, ONJALI Q. RAÚF

Notável obra de estreia, inspirada em histórias verdadeiras de pessoas que a autora conheceu em campos de refugiados. A importância da amizade e da bondade num mundo tantas vezes intolerante e sem sentido. Vencedor dos prémios Blue Peter e Waterstones para Melhor Livro Infantil.

A Viagem, FRANCESCA SANNA

Como será deixar tudo para trás e percorrer quilómetros e quilómetros rumo a um destino longínquo e estranho? Obra multipremiada e com excelentes críticas internacionais. Apoiada pelo Alto Comissariado para as Migrações (ACM) e pela Amnistia Internacional (AI).

Eu e o Meu Medo, FRANCESCA SANNA

Depois da obra-prima A Viagem, que alcançou um enorme sucesso, a autora conta-nos, com delicadeza, como podemos encontrar amizade e conforto quando partilhamos os nossos medos.

Outras artigos que também não pode perder:

Descubra mais conteúdos Desculpasparaler nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *