A voz da contracapa,  Clube de Leitura,  Entrevistas do Leitor

Desculpas para Ler junta o Romance e a Pintura em Zoom

«Rua de Paris em Dia de Chuva», o romance da escritora Isabel Rio Novo que acaba de ser lançado pela Dom Quixote, é o ponto de partida para três conversas fascinantes sobre o poder da arte.

A ideia é do projeto editorial Desculpas para Ler, que convidou dois pintores portugueses a comentarem esta obra que retrata a história de amor entre um pintor impressionista e uma autora contemporânea.
As conversas terão lugar na aplicação de videoconferência zoom. Nas primeiras duas sessões, orientadas por Rita França Ferreira, do @DesculpasparaLer, os artistas Diogo Muñoz e Sofia Simões comentarão partes do livro.
A terceira sessão contará ainda com a presença da autora, Isabel Rio Novo.

«O impressionismo é a corrente de pintura que mais aprecio. Gostaria de ter seguido história de arte, na verdade. E por isso, esta iniciativa de falar de arte, tendo presenta a visão de leitores com domínio da arte da pintura, é fascinante. Junto-me eu, enquanto leitora e amante das duas artes. E ainda a Isabel Rio Novo, que finalmente “avaliará” as nossas emoções e sensações sobre o que escreveu. Será que ficará surpreendida pela forma como percebemos “que a arte podia tocar na vida, a vida real, concreta, tangível“?», refere Rita França Ferreira, responsável pelo projeto @DesculpasparaLer.

As datas das sessões decorrem em Julho, nas seguintes semanas, através a aplicação Zoom:

1ª sessão – na semana de 6 de julho, dia a confirmar

2ª sessão – na semana de 13 de julho, dia a confirmar

3ª sessão – 23 de julho com a presença da autora, em horário a definir

Em breve, o projeto @DesculpasparaLer disponibilizará mais informações, de forma a que os amantes de pintura (mas não leitores) possam descobrir a escrita, bem como os leitores não pintores possam ouvir o livro através da visão de pintores. Pretende-se que os amantes das duas artes possam deliciar-se na busca de novos sentidos. “A visão dos outros enriquece-nos e é esse o nosso objetivo”, refere Rita França Ferreira.  

Sofia Simões é licenciada em Pintura Decorativa e Restauração. Estudou Desenho e Pintura na Academia Nacional de Belas Artes de Lisboa. Tem feito pinturas decorativas e restaurado pinturas em casas particulares, igrejas, monumentos e hotéis, em Portugal, Espanha e Estados Unidos.
Diogo Muñoz é formado em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Já expôs o seu trabalho em países como Portugal, Espanha, Inglaterra, Escócia, Itália, Suíça, Angola, Brasil, EUA, RAE de Macau e China, em exposições individuais e coletivas.
Isabel Rio Novo nasceu e cresceu no Porto, onde fez mestrado em História da Cultura Portuguesa e se doutorou em Literatura Comparada. Leciona história da arte, estudos literários, escrita criativa e é autora de várias publicações nessas áreas. Como ficcionista está representada em antologias de contos e colabora com ensaios e textos de ficção na revistas Granta, Egoísta, LER e Colóquio/Letras. É autora da narrativa fantástica O Diabo Tranquilo (2004), da novela A Caridade (2005, Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes), do livro de contos Histórias com Santos (2014) e dos romances Rio do Esquecimento (2016, finalista do Prémio LeYa e semifinalista do Prémio Oceanos), Madalena (inédito, Prémio Literário João Gaspar Simões) e A Febre das Almas Sensíveis (2018, finalista do Prémio LeYa). Beneficiou recentemente de uma Bolsa de Criação Literária atribuída pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), de que resultou a escrita do seu quarto romance.

Descubra mais conteúdos Desculpasparaler nas redes sociais:

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *