Bastidores da leitura,  Os livros têm opinião

À descoberta da palavra

Conhecer palavras não precisa ser só através dos livros. Os quebra-cabeças, as sopa de letras e as palavras cruzadas são uma boa forma de descontrairmos, de nos divertirmos em família e sem darmos conta estamos a aprender coisas novas.

Sou suspeita, confesso. Desde pequenina, tínhamos sempre em casa pequenos livros de sopa de letras, onde descobríamos palavras de determinados temas. Também em família e nas tardes de verão, onde vivíamos felizes em casa e com dois canais, jogávamos ao Stop, onde fazíamos inveja às floristas por descobrirmos flores com X ou W. Mais tarde, com o Scrabble, a elasticidade mental era treinada com peças em substituição do lápis.

Contudo, o que realmente me divertia, eram as palavras cruzadas. Os meus pais ensinaram-me truques, como o “Só” de António Nobre, que aparecia sempre. Quando ainda não existiam os jornais em formato digital, o momento em família, eram os desafios das diferenças e as palavras cruzadas. Adorava.

Com o digital, esta tradição, pelo menos da minha parte, desapareceu. Apenas levo alguns livros de quebra-cabeças com sequências que fazem por momentos a diversão num momento de tédio na piscina com a petiz.

No entanto, há 7 anos, voltámos às férias com a minha mãe e eis que surgem as sopa de letras, o sudoku e as palavras cruzadas. Engraçado, que na ausência de férias este ano com os mais velhos da família, esta recordação surge como uma memória de bons momentos e de felicidade.

Para além de alguns livros de quebra-cabeças que listo já de seguida, descobri através da rede social do Plano Nacional de Leitura, as Palavras Cruzadas criadas por Paulo Freixinho. Paulo «é cruciverbalista há mais de 30 anos, já criou Palavras Cruzadas para meios tão distintos como o Público, a Caras, o Jornal de Angola, o Jornal de Trás os Montes, as Selecções do Reader’s Digest ou o Almanaque Bertrand».

Pode encontrar Palavras Cruzadas e Sopa de Letras, que podem ser realizadas online ou também pode imprimir. Tem para todos os gostos e graus de dificuldade: fáceis e difíceis, genéricas e temáticas, para todas as idades de miúdos a graúdos. Actualmente, tem disponível um eBook gratuito com 14 passatempos dedicados ao verão. Espreite aqui. Eu já tenho o meu e vai trazer o cheirinho das tardes de verão com a Avó na Ericeira.

Outras sugestões:

  • Quebra-Cabeças, Diego Bianki

“Recuperar, reciclar e reutilizar” é o lema do autor no momento de encarar o processo artístico deste livro. Com uma abordagem simples e original, utilizando caixas de cartão, pintadas e ordenadas como um quebra-cabeças, Diego Bianki cria um mundo de diferentes identidades que, por sua vez, se inter-relacionam. Esta obra recebeu a Menção Especial na Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha em 2016 na categoria de ‘Disability’.

https://www.wook.pt/livro/quebra-cabecas-diego-bianki/19120229?a_aid=5e8f8ddf73b81

  • Quebra-cabeças Incríveis para Resolver, de Fiona Biggs

Este livro tem dezenas de desafios para quebrares a cabeça. Página a página, terás de completar atividades diferentes, umas mais fáceis, outras mais difíceis. Tão difíceis que vais querer consultar as soluções. Mas tens de resistir!

https://www.wook.pt/livro/quebra-cabecas-incriveis-para-resolver-fiona-biggs/23083229?a_aid=5e8f8ddf73b81

  • 114 Enigmas e Quebra-Cabeças, de Carlos Borrego Iglesias 

Estás pronto para treinares o teu cérebro? Com estes 114 jogos divertidos – enigmas de lógica, problemas de matemática, adivinhas, jogos de memória e de observação, entre outros – vais poder passar o tempo e exercitar os teus neurónios.

https://www.wook.pt/livro/114-enigmas-e-quebra-cabecas-carlos-borrego-iglesias/15700618?a_aid=5e8f8ddf73b81

  • Batalha Naval e Jogo dos Pontinhos, O Clube dos Cientistas – Sem Parar! – N.º 1, de Maria Francisca Macedo

Livro com jogos, piadas e curiosidades para muitas horas de diversão!

https://www.wook.pt/livro/batalha-naval-e-jogo-dos-pontinhos-maria-francisca-macedo/23936539?a_aid=5e8f8ddf73b81

  • Quebra-Cabeças com Emojis, 350 Enigmas para resolver!

Mais de 350 divertidos enigmas para resolver e jogar sozinho ou com os amigos. Os temas variam entre música, desporto, cinema ou televisão. Ideal para animar tardes ou serões entre amigos e usar a criatividade para testar o conhecimento desta, que é a já consagrada, nova linguagem. Organizado por temas, contém 5 níveis de dificuldade, de fácil a peritos em Emojis!

https://www.wook.pt/livro/quebra-cabecas-com-emojis/19700777?a_aid=5e8f8ddf73b81

Descubra mais conteúdos Desculpasparaler nas redes sociais:

One Comment

  • Paulo Freixinho

    Olá, Rita!
    Já elogiei este teu artigo, já o partilhei e já agradeci o facto te teres feito referência ao meu “modo de vida”.
    Aqui, acrescento que, por causa deste artigo, vou ter em conta o Só de António Nobre (o “sem companhia” vai passar a estar acompanhado por um livro).
    Mais uma vez, obrigado.
    Espero que, a partir de agora, os leitores do Desculpas para Ler tenham, também, “desculpas para fazer Palavras Cruzadas”.
    😉
    Amplexos e ósculos para todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *